segunda-feira, 29 de novembro de 2010

pensamento do dia*

nunca amamos duas pessoas simultaneamente. uma amamos de verdade, outra apenas pensamos que amamos.

domingo, 28 de novembro de 2010

Dia3: memórias de infância.

lembro-me da primeira vez que entrei para o infantário. odiava a ideia. Foi por isso que decidi  trepar paredes, alagar as salas todas e arrancar pele. Nunca achei piada em partilhar a minha infãncia com todas aquelas criaturas da minha idade. tinha horrores. mas depois disso, tudo melhorou. lembro-me das histórias de encantar, da peça do lobo mau, da dos índios e de toda aquela euforia. na altura, não tinha preocupações. esse é um factor de topo no meio disto tudo. não me preocupava com horários, tarefas com prazos. sabia que às 20:00h tinha que estar sentada no sofá a ver scooby-doo. talvez tivesse sido a minha única preocupação. claro que nunca me esqueci quando, com apenas canetas de feltro e lápis de cor, pintei o meu quarto com tudo o que nele vinha incluído. e sim, refiro-me a cortinados, almofadas, edredões. a arte estava-me à flor da pele. oh, e nunca me esqueci o vento na minha cara quando baloiçava de um lado para o outro, como que alguém que não sabia o que seria o amanhã.

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

primeira carta.

Já sinto o cheiro a Natal. cheira-me a canela e a azevinho, se é que o azevinho tem cheiro. nunca reparei atentamente se gostas do Natal. já agora gostas do Natal? fica aqui a questão. sabes que sou muito, bastante distraída. às vezes esqueço-me de onde estou. já agora, do que é que eu estava a falar? pois.. do Natal. Sinceramente acho que adoro o Natal. não é tão sensacional, a magia que ele proporciona? As luzes, os sorrisos, os enfeites, os doces, as prendas mas sobretudo as pessoas reunidas como nunca se vê durante o ano todo. Quando eu lançar o meu próprio dicionário colocarei como sinónimo de Natal "época de fraternidade" porque não? Acho bastante possível. Mas agora que penso bem, nunca deste valor ao Natal, ficas triste. sombria e com uma certa palidez. Eu bem sei que te traz más recordações porque eu também nunca me esqueci. mas conheces-me muito bem. e sabes que ultrapasso tudo rapidamente, bem.. não é bem tudo. porque o tudo é muito extenso e a extensão tem muitas vírgulas e interrogações. Mas quero que saibas e que te lembres que no Natal, principalmente no Natal, eu estou aqui. e sempre estive para apagar as vírgulas e suavizar os pontos curvos. Naquela vez, adormeci à tua beira. e quando acordamos não passara de um sonho mau onde tudo tinha sido mesmo isso, um sonho, um pesadelo que por acaso alcançou a realidade. mas eu e tu sabemos que não podemos alterar o que é real. mas descansa: foi só um sonho - disse eu.

Dia2: as melhores coisas do mundo*

Saber que está sempre lá alguém para nos apoiar. saber que por mais, insignificantes sejamos no mundo, alguém nos conota um valor especial. abraçar quem deseja um abraço nosso. um cheiro familiar. beijinhos de boa noite. termos o nosso merecido reconhecimento. termos a possibilidade e o direito de nos conseguirmos expressar das mais variadas maneiras. acho realmente incrível o desabrochar das flores, vocês não gostam de café? eu a-m-o. o sentir das pessoas, a reacção delas, o expressar delas, o ser delas. é fantástico como fazemos todos parte da mesma espécie mas que, somos todos diferentes e conseguimos sentir tudo de maneira variada. o engraçado é que adoro os sábados. mais que os sábados. os abraços. acho que não há nada mais acolhedor do que um abraço desejado.sentido. mas a realidade é que adoro café.ai e bolachaaaaaas. chocolate. minham. ah, esqueci-me. viajar. nunca viajei muito. mas só de pensar acho que oiço o barulho das ventoinhas do avião (será que são ventoinhas?) ou as ondas a bater na proa... quero um low cost já.

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

quando nos tornámos marionetas da vida, é porque deixamos de sonhar.

terça-feira, 23 de novembro de 2010

Dia 1: o que mais te entristece

isto não é nada difícil se eu pensar um pouco. se. fico mesmo triste quando vejo os outros tristes. fico triste quando vejo as pessoas a dormir na rua. fico triste quando tratam mal os animais. fico triste quando ouço palavras indesejáveis e fico triste quando não tenho volley. fico triste quando vejo aquelas reportagens de histórias de vida, vidas completamente diferentes da minha, fico triste porque passo a minha a vida a queixar-me e afinal tenho tudo. fico triste também, com discussões feias. fico triste quando estou chateada com alguém de quem gosto muito. apesar de raramente admitir isso. fico triste quando vejo as pessoas nas paragens de autocarro à noite, e isto não tem explicação, mas fico. entristece-me quando penso que uma coisa vai acontecer e depois não acontece puf's. fico triste quando não há bolachas em casa e fico triste quando estou mais de 5h sozinha. embora goste de solidão, tem tudo os seus limites. conclusão- fico mais triste pela tristeza dos outros. este post é muito deprimente, senão o lerem, não vos bato desta vez.

desafiozito

Um desafio, criado por mim, espero que não seja como o outro que ficou a meio, sou mesmo uma desnaturada para contigo, blogzinho.

Dia 1: o que mais te entristece.
Dia2: as melhores coisas do mundo.
Dia3: memórias de infância.
Dia4: os maiores sonhos.
Dia5: os maiores arrependimentos.
Dia 6: o que mais te deixa feliz.

É assim, eu num sei se alguém neste mundo já criou um desafio igual a este, mas se já, identifique-se, acho que somos almas gémeas.

pensamento do dia.

a perfeição não existe, mas há imperfeições que eu não aguento.

domingo, 21 de novembro de 2010

O Nico.


Hoje lembrei-me do nico. Fogo, tenho tantas saudadinhas do nico. O nico era o cão da minha vizinha. Um serra da estrela, todo elegante e (velhinho). Fez parte da minha infância sem dúvida. Todas as santas manhãs, quando ia para a escola dizia-lhe olá. Era tão lindo. O engraçado, era quando acordávamos e o víamo-lo à nossa porta, como se um cão de guarda se tratasse. Mas ele, coitado, estava velho e perneta.
Até ao dia em que, estávamos cá fora, eu e a minha irmã e penso que a minha vizinha da frente também, (que diga-se de passagem, vive para os animais) e o nico atravessou a rua, onde a minha vizinha morava e de um momento para o outro, cai no chão.
Nunca me vou esquecer do nico, faz anos que morreu. Só espero que onde quer que estejas, no canil do céu, ou numa nuvem, estejas a comer deliciosos ossinhos. Porque eras e és um excelente cão. Um senhor cão.
ODEIO QUANDO ALGUÉM ME DIZ QUE NÃO CHORA. APETECE-ME DIZER: E QUÊ? TAMBÉM NÃO TE RIS, QUERES VER? Absolutamente inacreditável!.. é por isso que eu não me acredito.

que raio de espécie é esta. (?)

Uma grande questão. Que questão. A seguinte: se sabemos que mais cedo ou mais tarde as pessoas nos vão desiludir, porque é que lhes dedicamos tempo? A resposta não poderia ser mais simples e curta. Porque faz parte de nós. Eu hoje posso estar feliz, mas amanhã alguém vai-se encarregar de me entristecer, alguém vai ter esse poder que por acaso, foi concedido por mim. Não é absolutamente espantoso? O que me faz pensar, que a culpa é minha. Errado. Porque nós na realidade temos essa necessidade. A necessidade de amarmos irredutivelmente. E quando alguém vos disser que não gosta de amar, não se acreditem! Apenas, outrora sofreu por amar demais. E eu nunca me engano.
O amor é um sentimento expresso numa palavra. Porque, para além dos abraços, beijos e gestos, as palavras também contam. Tanto contam que até feridas deixam. Acho que se perguntarem a alguém se preferia cair duma bicicleta em velocidade ou ouvir palavras cruéis, esse alguém certamente preferia esmurrar-se até à carne viva. Isto porque, nós, humanos, não esquecemos estas coisas. Lembrámo-nos das lágrimas, do batimento cardíaco, da angústia e até do sangue. Esquecemos o que de bom passou. A verdade é que, conotámos os maus momentos de tal maneira, que os tornámos os piores, e os únicos que nos lembrámos. A culpa? Certamente é do ser que decidiu inventar esta espécie, a espécie humana.

domingo, 14 de novembro de 2010

ja tenho comentáá´rios activados, graças a ti, best friend.
toca  a comentar para eu ficar feliz, :c

questionary.

  Vi este questinário num blogzinho muito lindoooooooo, visitem e sigam, :3 é da ana! (  http://more-than-just-feelings.blogspot.com/ )
 não creio que alguém leia isto até ao fim, mas vamos lá ver.

1) Já te formaste na Faculdade? Para o ano se deus quiser.
2) Fumaste cigarros? Não!
3) Ficaste inconsciente de bêbedo? Não, olham para a minha cara de santa.
4) Foste a todas as diversões de um parque? Não.
5) Coleccionaste algo mesmo idiota? Sim,  berlindes, xD
6) Foste a um concerto de rock? Naps.
7) Pescaste? Não :c
8) Dançaste numa discoteca? sim,
9) Seguiste alguém na rua porque o/a achaste interessante? quem é que faz isso? (a)
10) Viste mais de 2 filmes numa noite? mais de 2 num me recordo!
11) Passaste 3 dias ou mais sem dormir? Não, fogo, modernisses dessas num é para mim,
12) Mentiste a alguém? Sim..                                                                                                                 13) Acabaram um namoro contigo? hum, q eu me lembre não, xD
14) Algum namorado te traiu? Sim.
15) Cheiraste cocaína? já cheirei uma coisa qq agora, o nome eu sei lá, xd
16) Já te baldaste a uma aula? não, até me sentiria mal xd
17) Fumaste ganza? nao xd
18) Estiveste num acidente de carro? Não!
19) Estiveste num tornado? Não
20) Usaste drogas pesadas? é xd
21) Viveste noutro País? não, xd
22) Viste alguém morrer? Não,o.o
23) Estiveste num funeral? ainda não, o:
24) Queimaste um bocado de cabelo? sim, cheira a porco :c
25) Correste numa maratona? só se for aquelas das escolas, xD                                                           26) Perdeste alguém próximo? Sim. ;;
27) Voltaste de uma saída com um buraco de cigarro na roupa? Não, graças a deus *-*
28) Tiveste os pais divorciados? Não :p                                                                                                29) Choraste até adormecer? claro! faz parte..
30) Gastaste mais de 200€ num único dia? Não, o:
31) Voaste num avião? sim, :p
32) Andaste à chuva? andar,correr, é uma festa!
33) Saíste de casa com umas olheiras do tamanho do Mundo? uma vez penso eu.
34) Engataste alguém? nãão.
35) Foste engatado/a? Talvez, xd
36) Escreveste uma carta de dez páginas? nãão
37) Fizeste ski? Não, que dores,
38) Exprimentaste alcool? e gostei. xd
39) Algemaste alguém? tipo? .
40) Saltaste de uma ponte? é xd
41) Cortaste uma parte do corpo propositadamente? Nops.
42) Tiveste um/a melhor amigo/a? Tenho :3
43) Perdeste alguém que amavas? Sim.      .                                                                                         44) Cortaste o teu próprio cabelo? sim, devida tar maluquinha xD
45) Roubaste algo de uma loja? Não.
46) Tiveste um amigo imaginário? Não(?)
47) Nadaste numa praia/piscina nu/a? será que é giro?.
48) Estiveste na prisão? -.-                                                                                                                    49) Envolveste com o teu melhor amigo? hum, não xd
50) Envolveste com um desconhecido? Não.
51) Foste suspenso? Não, sou uma anja xd                                                                                             52) Foste culpado por algo que não fizeste? a injustiça paira em todo o lado.
53) Roubaste livros de uma livraria? Nãoxd
54) Foste a outro país? hei-de ir.
55) Abandonaste a escola? Nem vou.
56) Tiveste um diário? Sim, tiveee.                                                                                                             57) Estiveste num hospital psiquiátrico? Não.
58) Leste um livro do Harry Potter? sim, um :p
59) Viste um filme do Harry Potter? Sim, :p
60) Tiveste um blog? hum, acho q não, :o
61) Disparaste uma arma? Não,o:
62) Jogaste num casino? Não.
63) Participaste numa peça de escola? Sim *--*
64) Foste despedido? da escola so se for xd
65) Nadaste com golfinhos? não :c
66) Nadaste com tubarões? Não, -.-
67) Escreveste um poema? não                                                                                                             68) Despiste-te em público? sim,
69) Votaste no Big Brother/Operação Triunfo/Ídolos? sim, para o filipinho :p
70) Telefonaste para o Toca a Ganhar? sim, ainda sou crente.
71) Leste mais de vinte livros num ano? não conta a quantidade mas a qualidade*
72) Amaste alguém que não podias ter? Sim :c                                                                                     73) Usaste um livro de pintar depois dos 12 anos? sim, (a)
74) Fizeste uma cirurgia? Não.
75) Levaste pontos (quantos?) num sei xd
76) Já te fartaste de esperar pelo metro/autocarro e apanhaste um táxi? não xD
77) Tiveste algum problema com álcool ou drogas? claro q nao!
78) Participaste numa luta? sim, mais ou menos xD
79) Pagaste para ter sexo? Nunca na minha vidinha!
80) Sofreste qualquer forma de abuso? Não.
81) Pintaste o cabelo? Não :o
82) Fizeste uma tatuagem? hei-de fazer *-*
83) Fizeste um piercing? sim, :p
84) Tiraste só notas 2? nããão.
85) Estiveste entre os melhores alunos da escola? sim, xd
86) Foste mandado para um psicólogo? Não.
87) Foste a um bar de strip? Não.
88) Foste algemado? Não.
89) Conheceste alguém com SIDA? como a SIDA num esta escrita na testa, não sei, o:
90) Começaste/ias começando um incêndio? Não.
91) Deste uma festa quando os pais não estavam em casa? era isso xd
92) Fizeste amigos na net e conheceste-os ao vivo? Sim, fantásticaaaaas *-*
93) Namoraste alguém conhecido na net? fg xd
94) Beijaste um desconhecido? Não.
95) Fizeste um strip? só para a patrícia 8)
96) Tiveste alguma one night stand? isso é? desculpem a minha ignorância, xD
97) Tomaste banho acompanhada? Sim :D.
98) Ficaste 48 horas sem tomar banho? acho q sim, xd
99) Experimentaste comida de cão? siiim, é boa xD
100) Abandonaste algum, por ires de férias e não teres ninguém com quem o deixares? num tenho cão ;_;
101) Encontraste algum na rua e ficaste com ele? Não :c
102) Tiveste o cabelo de alguma forma, que actualmente olhando para o passado, te arrependes? aquela tigela que a minha mãe me punha, jasus.
103) Foste atropelado? quase, mas nao xD
104) Já te deram um presente de aniversário que nunca irás esquecer (positiva e negativamente)? siiiiiiiim *-*
105) Cantaste em karaoke? que emoção que foi xD
106) Deste sangue? acho q não, mas penso dar.
107) Tiveste medo de estar grávida? Não,
108) Quiseste ter filhos? quero!
109) Foste a um estádio assistir a um jogo de futebol? Não. :c
110) Foste a um psiquiatra? Não.
111) Pensaste no suicídio? acho q não                                                                                                 112) Se respondeste afirmativamente á resposta anterior, chegaste a planeá-lo ou foi só algo do momento?
113) Fizeste um bolo? Não, mas gostava, xd
114) Foste a um restaurante de comida chinesa? naaaaao.
115) Foste a um restaurante de comida japonesa? nem vou, xD
116) Leste algum livro que te fizesse mudar a tua perspectiva em relação á maneira como vias a vida? Sim, a saga de um pensador, de augusto cury.
117) Acampaste? sim *-* belos tempos.
118) Partiste alguma parte do teu corpo? o braço xD
119) Partiste alguma parte do corpo de outra pessoa, consciente ou inconscientemente? que eu me lembre não.
120) Fizeste algum desporto em especial? volley.
121) Frequentaste um ginásio? um dia vou.
122) Quiseste participar numa ménage à trois? gosto mais do dois.
123) Tiveste desejo em ser apenas um voyuer? quê isso?  
124) Praticaste sadomasoquismo? ainda não xd
125) Dormiste com um peluche? Sim, claro!
126) Pensaste em juntar alguem à simples ideia de 'morangos com chantili/chocolate? sim, :3
127) Tiveste curiosidade em abrir a parte fundamental de um computador, nem que fosse só para ver o seu interior? Não, fogo xd
128) Partiste um espelho? sim, lá se foi a minha sorte                                                                            129) Conduziste uma mota/carro sem carta de condução? Não,xD
130) Visitaste sites pornográficos? Não.
131) Já te deram dinheiro para satisfazer sexualmente alguém? Nem tinha tempo para pensar -.-  132) Ajudaste alguém a passar para o outro lado da estrada? sim, mas se soubesse que a senhora ia ser tao simpática nao tinha ajudado -.-
133) Deste esmola? Sim.
134) Ajudaste (dando roupa, brinquedos, comida) alguma instituição? Sim :3

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

conselho do dia*

quando estiverem muitos chateados barra irritados barra qualquer coisa sinónimo do que disse atrás, esganem alguém. é o que eu costumo fazer... mas isso sou eu (?)

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

gostava tanto de poder falar com o Fernando Pessoa, durante alguns míseros minutos e fazer-lhe perguntas às quais toda a gente, principalmente os professores de português, tentam responder, mas tenho a certeza que não passa disso mesmo, de tentativas.
estou triste, por não conseguir activar comentários, nesta coisinha, nem seguidores. a minha vida vai desabar. lá estou eu a hiperbolizar.

terça-feira, 9 de novembro de 2010

scarlett.

hum, se porventura o teu cheiro alcançasse o meu olfacto, de certeza que não te identificaria.. mas que tens um nome bastante sugestivo, ai isso tens.
descobri que afinal, mentes. deixa lá, desta vez perdoo-te.

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Estes dias de chuva são fantásticos eu diria até os melhores, para quem está enfiado na caminha, de preferência com uma temperatura temperada. aiiiiiii, adoro,é simplesmente divinal ouvir a chuva a cair. poderia fazer uma onomatopeia desta mesmo, mas com a intensidade com que esta bate na janela, o plic-plic já bateu a bota. só tenho pena das pessoas que andam nas ruas a horas da tempestade. é tão triste. deveria estar escrito na lesgislação o seguinte: todos os cidadãos têm o dever de irem para a caminha, calçarem uns carapins fofinhos, um copinho de leite acompanhar em dias de chuva. era o que eu fazia de fosse presidente ou coisa e tal.

bing.

ora, preparem-se que este vai ser o meu texto mais brilhante de todos, no caso de imaginarem purpurinas ou coisas assim.
estou tão cansada. acho que estou mais cansada psicologicamente do que fisicamente. pudera. não dormi nada de jeito.

domingo, 7 de novembro de 2010

true.

há coisas que nos fazem parar e sentir os pensamentos do momento. lembro-me da ultima vez que fiz isto. de certo que não estava nos meus dias. todos nós temos maus momentos certo? realmente, agora que falo nisto, lembro-me perfeitamente. lembro-me de me sentir sozinha no entanto, rodeada de pessoas. sabes quando, não te sentes bem num lugar que não queres estar? exactamente. e é nesse preciso momento que nos apetece desaparecer durante o tempo que for necessário. eu fiz isso. e sempre que achar necessário vou fazer. porque as vezes devemos ouvir o que o silêncio nos tenta dizer. as palavras são muito lindas mas nunca preencheram os espaços do ar vazio, do efeito do som sem voz.

futilidade do dia.

aiii, ultima anunciação deste minuto! estou terrivelmente apaixonada por ti e por esse teu cheiro penetrante que me enche o coração mas mais o olfacto. contigo tenho uma certeza: as minhas narinas deixarão de se queixar.

pensamento do dia.

há grandes mulheres se bem que, algumas só usam saltos altos..

sábado, 6 de novembro de 2010

dizem que o destino não existe mas encontrei-te por alguma razão de certeza..

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

nunca reflecti convenientemente sobre isto, nem tão pouco perdi tempo a pensar nisto ou naquilo mas tenho a dizer e a partilhar com o mundo: as pessoas são estranhas. não és tu. nem tão pouco eu. são as pessoas. digo-vos inteira e verdadeiramente como se o mundo fosse acabar daqui a um bocadinho. as pessoas são estranhas. elas dizem coisas estranhas, fazem coisas estranhas, SÃO COISAS ESTRANHAS. elas não têm a mínima noção do quanto são ridículas às vezes. (eu não o deixo de ser nem por um minuto.) comento comigo mesma, o porquê disto tudo? será coisa de ser humano? ou isto está implicitamente nos genes dos seres vivos? só tenho a dizer uma coisa: as pessoas são realmente estranhas...

Premissa 1: As pessoas são estranhas.
Premissa 2: Eu sou uma pessoa.
Logo, eu quero ser um peixe.
(estão a ver? eu sou verdadeiramente estranha. incomodo? absolutamente nenhum.)    
" quando Deus nos deu a cabeça  não nos disse, agora pensa " - josé saramago.

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

m

m de momentos, m de meu, m de morangos, me de mim, m de mcflurry, m de mosca, m de tanta coisa, m de marco.