domingo, 26 de setembro de 2010

um problema de consumo.

hoje lembrei-me do que seria a minha vida sem roupa. estupidez minha, claro. estou triste e vou chorar durante cento e cinquenta minutos e meio pelas minhas botas que já não estão no expositor. será que sou idiota? talvez, mas não tenho culpa de gostar delas e de serem a coisinhas mais fofis de sempre. se o shopping estivesse vazio, eu agarrava-me às paredes e chorava. ok, não chorava cento e ciquenta minutos e meio, porque a minha mãe não me deixava. chorava alguns minutos, será que já compensava? se eu fosse milionária já tinha comprado as botas todas do mundo e oferecido a todas as minhas amigas. assim ninguém chorava cento e cinquenta minutos e meio. também quem é que chora cento e cinquenta minutos e meio? quem têm tempo para isso, com certeza. não sou eu. estou aqui afogar as minhas terríveis mágoas, enquanto podia estar a ler vinte paginas do meu livro de psicologia. já dizia a minha professora de psicologia, que nós, jovens somos uns consumistas. pois somos, pois sou. pena? absolutamente nenhuma.quem disse que o dinheiro não traz felicidade de certeza que nunca viu a minha cara quando estou rodeada de saquinhas de papel. de certeza.

3 comentários:

FÁBIOSILVA disse...

obrigado amor*

Vanessa Santos, disse...

obrigado joana :')
oh, gosto mesmo muito do teu blog *-*

catarina disse...

ahah, joana! como eu te percebo. só me apetece agarrar-me às paredes e chorar quando não posso comprar alguma coisa que eu quero muito. ;-;
e quando finalmente vou às compras e ando cheia de sacas na mão até ando aos saltinhos, é a melhor sensação do mundo. *o*
de nadaaaa. :3