terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

tu e sempre tu.

porquê que tens de ser tão perfeito? chateias-me tanto. jasus. tudo o que passamos juntos é tão, tão lindo independentemente do lugar ou situação. ficava assim para sempre. e tu, sem acreditares nisso. a verdadeira prova é que não preciso de dia dos namorados para dizer o quanto és lindo ou, porventura o quanto gosto que estejas comigo. não poderia ser mais ninguém a preencher o espaço que ocupas. não poderia ser mais ninguém a não seres tu. cada palavra, cada gesto, cada beijo, cada momento é inesquecível, muito mais do que pensas. porque apenas é partilhado contigo. e também, porque acho que mais ninguém neste mundo me aturaria. a não seres tu. do género: ajo armada em coelho e ao mesmo tempo ronco e começo a ladrar? como é possível que ainda me atures? por amor de Deus. para não falar de estar cega do ouvidos e coisas afins passadas em vinte minutos, ou quinze que podiam muito bem ser eternizadas que ninguém morreria. ah! e gosto mesmo muito de olhar para as tuas sardas, que tu dizes que não tens. e eu vejo-as todos os dias. já fazem parte do meu dia-a-dia e inclusive passam os intervalos todos comigo. incrível. também é incrível eu amar-te mais todos os dias! isso é realmente incrível. antes pensava que era só nos filmes e nas chamadas love stories mas afinal passa-se o mesmo comigo, connosco. ou será a minha vida um filme? se for espero muito bem que ainda esteja na publicidade. ah, e já posso dizer que vi o pôr-do-sol contigo. se bem que as árvores de acomodaram mesmo à nossa frente. já posso dizer que passei tanto contigo! afinal de contas um ano e vinte e cinco dias não é uma semana nem um mês. é um ano e vinte cinco dias. não é algo que se apague da memória. não é algo que se desvalorize ao longo do tempo. porque a verdade é que, vou fazer os possíveis para que dure. porque merecemos. e enquanto dura veremos muitos mais pores-de-sol e ouviras-me-á a dizer-te mais vezes que te amo e nunca será em vão. tanta conversa só para dizer, obrigado. obrigado por seres quem és, obrigada por me fazeres sorrir, por me amares.
p.s:confesso que não gosto de escrever coisas para ti, porque depois ficas todo convencido.

7 comentários:

B. disse...

Eu não fico convencido (a) amo-te tanto mas tanto! <3

Anniee. disse...

achei piada a esse pequeno à parte que fizeste no fim ;D
o meu também fica um pouco convencido -.-' xb

Martaa' ( Maah @ ) disse...

Amoo o teu Blog Joana *o*

Catarina disse...

Concordo com aquilo que disseste sobre o dia dos namorados! não serve para muito quando realmente gostamos de alguém.
o texto está muito bonito *.*

Daniela Gandra disse...

ai que liiiiiiiinda joana! vocês são tão lindinhos! aai ainda me lembro quando o zémi me disse que vocês começaram a namorar msjgjrghrhfj logo vi que tu eras a coisa mais linda que pode existir para o zémi.
sei tão bem o que tu sentes e é tão fantástic aai se o é! as felicidades mais maravilhosas do mundo para depois casarmos no mesmo dia!

Daniela Gandra disse...

oh que lindinha! é isso mesmo, lembramo-nos como se fosse ontem mas parece que nos conhecemos desde sempre. aii o amor é uma coisa tão maravilhosa. oooh muito obrigada, ele é também a coisa mais adorável que pode existir! e sim sim sim, vai ser muito lindo e vai tocar muita taylor durante o cerimónia!

Anniee. disse...

todas as relações têm dessas fases mas são essas mesmas fases que depois nos relembram de quão grande é o nosso amor :o :$